Acontecerá neste feriado de 1º de Maio almoço beneficente Pró Coleta Seletiva. A iniciativa é de moradores do Condomínio Verde, RAs do  Jardim Botânico/São Sebastião, haverá  bandas de música, oficinas e feira de troca.

Na última sexta feira, dia 27/04, o Presidente do Ibram, Sr. Nilton Reis, recebeu a Comissão dos Excedentes do Concurso do Ibram para esclarecer alguns pontos em relação processo de nomeação. Um documento contendo o processo com a solicitação de nomeação deve ser expedido pelo Ibram na próxima quarta-feira para o Conselho de Políticas de Recursos Humanos, o órgão presidido pelo secretário de Administração Pública (Pasta criada em 2011) é composto por mais nove membros: os secretários de Governo, Fazenda, Planejamento e Orçamento, o Procurador-Geral do DF, os subsecretários de Gestão de Pessoas, Relações de Trabalho, Orçamento e Tesouro, além de representante dos servidores do GDF. Todas as despesas de pessoal só poderão ser implementadas depois de aprovadas pelo CPRH e homologadas pelo governador do DF.

O grupo dos excedentes também compareceu à reinauguração do Parque dos Jequitibás (Sobradinho) para sensibilizar as autoridades acerca da nomeação. Eles foram recebidos pela Administradora de Sobradinho, Maria America Menezes Bonfim, que apoiou o movimento. A Comissão se encontrou com o Secretário de Meio Ambiente, Eduardo Brandão, este afirmou que está mais do que provado a falta de servidores no Ibram, também manifestando apoio ao grupo. O evento possibilitou também o contato com o Secretário de Administração Pública, Sr. Wilmar Lacerda, e com o Governador do DF, Sr. Agnelo Queiroz. Eles se mostraram sensíveis à situação e dispostos a ouvir o pleito dos concursados. O governador se interessou em saber qual a carreira, cargos e a quantidade de concursados que aguardam a nomeação. O próximo passo a ser dado agora, rumo à nomeação, é a aprovação do pleito junto ao CPRH, este movimento será acompanhado de perto pela Comissão de Excedentes, que também conta com o apoio da ASIBRAM. Confiram a galeria de fotos.

Os créditos pela notícia e fotos são de Thúlio Cunha Moraes.

Várias manifestações ocorrem em todo o Brasil contra o novo Código Florestal. Votação está prevista para acontecer no dia 24 de abril.

No dia 22 de abril, Dia da Terra, o Comitê Brasil em Defesa das Florestas e do Desenvolvimento Sustentável – coalizão formada por quase 200 organizações da sociedade civil brasileira – e os movimentos Floresta Faz a Diferença e Mangue Faz a Diferença realizarão eventos em todo o Brasil para protestar contra a aprovação do projeto de lei do novo Código Florestal (PLC 30/2011). A votação está prevista para a próxima terça-feira.

Haverá vários tipos de ação: marchas, pedaladas, passeatas, apitaços e flash mobs. O objetivo é alertar a todos sobre a degradação ambiental do planeta e de iniciativas que podem colaborar para melhorar ou piorar, esse quadro. Os manifestantes cobrarão também a presidenta Dilma Rousseff promessa de veto feita durante campanha eleitoral. Poderão participar das iniciativas ONG’s, representantes de movimentos sociais, sociedade civil, estudantes, cientistas, deputados ou qualquer pessoa interessada em aderir à causa.

Os principais problemas da proposta do Código Florestal é que estimula novos desmatamentos, anula multas de crimes ambientais, reduz Áreas de Preservação Permanente (APPs) e de reservas legais e desobriga a recuperação da grande maioria das áreas ilegalmente desmatadas.

Kenzo Jucá, especialista em políticas públicas do WWF-Brasil, afirma que “o texto aprovado no Senado é extremamente ruim e representa um retrocesso na legislação brasileira”. “Por isso, defendemos que a única solução é o veto da presidente, caso a Câmara dos Deputados insista em votar o projeto no dia 24”, diz ele.

Apesar dos pedidos de cientistas, juristas, organizações da sociedade civil e movimentos sociais para que o processo seja revisto e realizado de forma responsável, o texto deve entrar na pauta da Câmara na próxima semana. O texto do relator Paulo Piau, porém, ainda não foi apresentado.

Para Mario Mantovani, diretor de Políticas Públicas da Fundação SOS Mata Atlântica, “o cenário é muito preocupante”. “O governo joga com o público ao dizer que quer o relatório antes, mas a previsão é que o texto saia na véspera da votação para evitar pressão da sociedade civil. O desenho está se dando como foi na última votação na Câmara, ou seja, na base da chantagem”, afirma. Ele diz ainda que teme que todas as controvérsias contidas na Emenda 164 voltem nesse novo relatório.

Programação:

São Paulo/SP

O quê: Mobilização contra a aprovação do Código Florestal

Onde: Parque da Juventude

Quando: Dia 22/04 às 10h

São Paulo/SP

O quê: Distribuição de cartilhas sobre o Código Florestal e da campanha Veta Dilma Onde: Stand do #Florestafazadiferença na Adventure Sports Fair - Pavilhão da Bienal do Ibirapuera

Quando: De 18 à 21/04, durante todo o dia

São Paulo/SP

O quê: Mobilização com batucada com Maurício Bade e Grupo pernas de pau, máscaras e Varal Veta Dilma

Onde: Em frente do Pavilhão da Bienal do Ibirapuera

Quando: Dia 20/04 às 16h

São Paulo/SP

O quê: Roda de Conversa "Juventude e o Código Florestal"

Onde: Evento da Rio+você, no Parque da Juventude

Quando: Dia 22/04 de abril às 10h

Ribeirão Preto/SP

O quê: Colagem de cartazes em varal, distribuição de panfletos, teatro, malabares e caminhada

Onde: Parque Maurílio Biagi, ao lado da rodoviária

Quando: Dia 22/04 à partir das 15h

Contato: Claudia Perencin (16) 9287-6176

Rio Claro/SP

O quê: Passeata Veta Dilma

Onde: Saída e chegada da Praça dos Bancos

Quando: Dia 22/04 às 14h

Campo Grande/MS

O quê: Marcha e bicicletada

Onde: Rua 14 de julho com Avenida Pena

Quando: Dia 22/04 às 10h

Contato: Simone (67) 9647-4167

Dourados/MS

O quê: Plantio de árvores, oficina de Circo, barricada de bambu

Onde: Parque do Lago

Quando: Dia 22/04 de 8h às 19h

Contato: Simone (67) 9647-4167

Costa Rica/MS

O quê: Marcha e bicicletada

Onde: Pinga Fogo

Quando: Dia 22/04 às 10h

Contato: Simone (67) 9647-4167

Mineiros/GO

O quê: Campanha sobre Código Florestal “Veta Dilma”

Onde: Pinga Fogo

Quando: Dia 22/04 às 10h

São João da Boa Vista/SP

O quê: Oficina e diálogos

Onde: Escola Estadual Antônio Valadares - Peixotinho

Quando: Dia 22/04 às 15h

Contato: Roberto Camara (19) 9385-4849 e (19) 8185-4349

Teresina/PI

O quê: Show cultural com artistas

Onde: Praça Pedro II

Quando: Dia 22/04 às 16:30h

Contato:  Ada (86) 9981-1659

Florianópolis/SC

O quê: Entrega de moção contra as mudanças no Código Florestal ao Superintendente do IBAMA

Onde: Universidade do Estado de Santa Catarina

Quando: 19/04 de abril às 9h

Contato:  Fernanda (48) 9935-1119

Florianópolis/SC

O quê: Grande Piquenique

Onde: Parque Ecológico do Córrego Grande

Quando: Dia 22/04 de abril às 9h

Contato:  Fernanda (48) 9935-1119

Aracaju/SE

O quê: Plantio e distribuição de mudas de plantas

Onde: Parque dos Cajueiros

Quando: Dia 22/04 às 10h

Contato: Lizaldo: (79) 8152-7868

Tamandaré/PE

O quê: Mobilização na praia contra a aprovação do Código Florestal

Onde: Praia de Carneiros

Quando: Dia 22/04 às 10h

Contato: Manoel Pedrosa - 81 88915155 / 99701949

Maceió/AL

O quê: Mobilização contra a aprovação do Código Florestal

Onde: Praia da Ponta Verde em frente ao Clube Alagoinhas

Quando: Dia 22/04 às 9h

Contato: Eva (82) 8118-9099

Itajaí/SC

O quê: Mobilização popular “A Barca dos Povos”

Onde: Sairá da frente da Vila da Regata da Volvo Ocean Race (Pavilhão da Marejada)

Quando: Dia 19/04 às 22h

Contato: Mirella Cursino (47) 9921-8760

Rio de Janeiro/RJ

O quê: Mobilização contra a aprovação do Código Florestal

Onde: Praia de Copacabana - Rio de Janeiro/RJ

Quando: Dia 22/04 às 10h30h

Contato: Grégor (21) 8337-7177

Curitiba/PR

O quê: Mobilização contra a aprovação do Código Florestal

Onde: 15 de Novembro, esquina com Mariano Torres

Quando: Dia 22/04 às 10h

Contato: (51) 9869-6319

Porto Alegre/RS

O quê: Mobilização contra a aprovação do Código Florestal

Onde: Parque da Redenção e Usina do Gasômetro

Quando: Dia 22/04 às 10h

Contato: Décio (51) 8159-6700

Brasília/DF

O quê: Mobilização contra a aprovação do Código Florestal

Onde: Bienal do Livro e Parque da Cidade

Quando: Dia 22/04 às 8h

Contato: Pedro (61) 8136-1795

João Pessoa/PB

O quê: Mobilização contra a aprovação do Código Florestal

Onde: Bar do Surfista

Quando: Dia 22/04 às 10h

Contato: Rita (83) 9129-7496

Salvador/BA

O quê: Mobilização contra a aprovação do Código Florestal

Onde: Farol da Barra

Quando: Dia 22/04 às 10h

Contato: Renato – (71) 9983-2871

Fortaleza/CE

O quê: Mobilização contra a aprovação do Código Florestal

Onde: Avenida Beira Mar (Próxima à estátua da Iracema Guerreira)

Quando: Dia 22/04 às 9h

Contato: Gabriela Barbosa Batista - (85) 3281-0246

 

Entrevistas:

 

Mario Mantovani (Fundação SOS Mata Atlântica): (11) 8425-2122

Kenzo Jucá (WWF): (61) 82160102

Raul Telles do Valle (Instituto Socioambiental - ISA): (61) 8155-7492

 

Créditos:

Rejane Pieratti

 

 

 

Nesta final de semana (14/04), no Teatro dos Bancários, foi realizada plenária para divulgação dos resultados alcançados durante o 1º ano do Mandato da Deputada Federal Érika Kokay. Ela fez um breve discurso em defesa, principalmente, dos direitos humanos, mas não se absteve de falar dos problemas do governo distrital. O Deputado Distrital Chico Leite também participou do evento, elogiando a atuação de Érika Kokay. Estavam presentes representantes de vários movimentos sociais, da CUT, do SINDIRETA, de Conselhos Tutelares, sindicatos e associações de várias categorias, dentre eles: Bancários, Correios, Na Hora e dos servidores do IBRAM. Ao final, a plenária foi aberta para participação do público e a associada e Membro do Conselho Fiscal da Asibram Andrea Pereira, proferiu discurso destacando a importância da atuação da Deputada em defesa do Meio Ambiente, inclusive votando contra as alterações no Código Florestal, e defendendo a Carreira de Atividades do Meio Ambiente do DF. A Deputada Kokay confirmou o apoio à reestruturação do Plano de Carreira e também à convocação dos excedentes do concurso, e lembrou que participará de reunião na SEAP nesta segunda-feira (16/04) para tratar desses assuntos. Estiveram presentes, representando a ASIBRAM os associados Thiago Silvestre, Caio Teobaldo, Rodrigo Augusto, Luís Fernando Silveira, Leandro Gregório, Andrea Pereira e Maria Fernanda, de quem são os créditos das imagens. Confiram a galeria de fotos.

 

Nesta tarde de quinta-feira, 12/04/12, a Diretoria Executiva da Asibram reuniu-se com o Secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Distrito Federal, Eduardo Brandão, e a Deputada Federal Érika Kokay para tratar do fortalecimento da execução da política distrital do meio ambiente, através do IBRAM.

Firmou-se o compromisso de parceria com o intuito de sensibilizar do Governo do Distrito Federal da necessidade de nomeação imediata de novos técnicos e analistas de atividades do meio ambiente, bem como de auditores fiscais de controle urbano - meio ambiente, visto o quadro de pessoal reduzido para estas funções.

O Secretário Eduardo Brandão ressaltou a importância desta parceria, servidor - gestor - parlamentar, na implementação de programas como o Brasília Cidade Parque e  o projeto Caminho das Águas do DF.

A Deputada Federal Erika Kokay disponibilizou emendas parlamentares para parques do DF e reforçou seu apoio a esta parceria pela causa ambiental.

A Diretoria Executiva da ASIBRAM protocolou Carta ao Sr. Nilto Reis, presidente do IBram, solicitando providências na apuração do possível envolvimento de servidores do órgão em esquema de corrupção que está sendo investigado pela operação Monte Carlo da Polícia Federal. A associação representa o interesse individual e coletivo de seus associados e preza pela transparência das ações que envolvem os servidores do IBRAM. 

Na última segunda-feira (09/04) representantes da Asibram juntamente com uma Comissão de representantes dos excedentes do concurso do IBRAM (2009) se reuniram com a Deputada Federal Érika Kokay. Durante o encontro foi debatida a urgência da nomeação dos candidatos aprovados e que se encontram dentro do número vagas existentes no órgão, tendo em vista o prazo final da validade do certame (set/2013). A reivindicação está de acordo com a recomendação do TCDF que determina a convocação imediata do candidatos, segundo a apreciação do processo nº 26.086/2006. Obtivemos mais uma vez o apoio da Dep. Kokay que se comprometeu em mediar a situação junto aos órgãos competentes.